Casos Clínicos de NutriçãoHipertofia feminina
Lígia Sandoli perguntou há 7 meses

Paciente sexo feminino, 40 anos, BF 22%, corpo aparentemente padrao mediano, alimentaçao equilibrada, mas so consegue treinar 3x semana (musculaçao), quer hipertrofia, baixar um pouco mais percentual de gordura, dar uma modelada no corpo, mas morre de medo de engordar…..minha duvida é, começo um leve aumento de calorias aqui, visando hipertrofia, ou ainda mantenho um leve defict para diminuir um pouco mais % gordura? no momento ptn esta em 2g/kg peso.

Ana Corrêa Ruiz respondeu há 7 meses

Se morre de medo de engordar acredito que seria interessante primeiramente investigar isso, a relação com a comida e com o corpo. Caso isso esteja adequado acredito que seria interessante começar com a hipertrofia.

Gabriel Marques Sabino respondeu há 7 meses

Primeiramente avaliar como é treinamento dela e tempo de treino, se é um treino monitorado ou um treino sozinha. Se for um treino com um profissional educador colher essas informações com ele, pois para hipertrofiar o treino deve estar adequado. Após colher essas informações entrar com sua estratégia, pois se o treino for moderado/leve com certeza ela ira subir %gord. e não irá hipertrofiar com um superávit.

Juliana Fandiño Peres respondeu há 6 meses

Nessa idade está próximo do climatério/menopausa, então consequentemente entrará numa redução da produção dos hormônios e tendência a ganho de gordura principalmente na região abdominal. 
O medo dela engordar pode estar atrelado a idade, ao estilo de vida (acredito que treina a bastante tempo ou gosta de praticar atv. física) ou até outro motivo que pode ser interno (pressão estética)… sempre oriento, quando percebo uma desordem emocional, o acompanhamento multiprofissional (psicólogo + nutri), pois ajudará em diversos aspectos e até a aceitação dessas fases (geralmente algumas mulheres entram em negação, mas infelizmente todas nós passaremos por isso – é inevitável).

Eu manteria a alimentação normocalórica e ajustaria outros fatores externos

7 Respostas
Juliana Fandiño Peres respondeu há 6 meses

Nessa idade está próximo do climatério/menopausa, então consequentemente entrará numa redução da produção dos hormônios e tendência a ganho de gordura principalmente na região abdominal. 
O medo dela engordar pode estar atrelado a idade, ao estilo de vida (acredito que treina a bastante tempo ou gosta de praticar atv. física) ou até outro motivo que pode ser interno (pressão estética)… sempre oriento, quando percebo uma desordem emocional, o acompanhamento multiprofissional (psicólogo + nutri), pois ajudará em diversos aspectos e até a aceitação dessas fases (geralmente algumas mulheres entram em negação, mas infelizmente todas nós passaremos por isso – é inevitável).
Eu manteria a alimentação normocalórica e ajustaria outros fatores externos

wemerson elias respondeu há 3 meses

É possível aumentar a massa muscular mesmo estando em déficit calórico, 2g/kg de ptn já esta ótimo, eu manteria uma dieta com leve déficit para conseguir segurar o máximo de massa magra durante o processo para conseguir baixar um pouco mais o BF que está em 22%, após essa redução de BF, aumentaria o consumo calórico incluindo bastante alimentos integrais, mantendo a ptn a 2g/kg mantendo o balanço nitrogenado positivo, sinalizando hipertrofia, colocaria a maior refeição de carb logo após o treino, questionar sobre o consumo de água, que deve se adequado, aliado a um treino mais intenso, juntamente no processo indicaria consulta com um endócrino para avaliação hormonal.