Casos Clínicos de NutriçãoPaciente que não come
Zigmatheus Brito Dantas perguntou há 4 meses

Paciente refere ganho de peso nos ultimos anos. Refere também que deixou de comer arroz há uns meses, pula ou não come direito as refeições, não sente fome nem sede. É dona de casa mas não tem horário pra comer pq cuida da casa (grande), duas filhas, dois cachorros, etc.

Passei um plano bem fácil pra ela com café, almoço e jantar, e suplemento de proteína. O foco era bater a proteína do dia (pelo menos) e colocar as refeições na rotina (independente de ser alimento ou suplemento). Ela está registrando pelo app, mas não tá comendo nada que passei. Sugestões do que fazer com ela?

Marcos Vizú respondeu há 4 meses

Oii Zig! Acredito que se sua paciente não tem comido o proposto no plano alimentar é porque provavelmente ela não está pronta para essas mudanças. Talvez tenha ficado um pouco “fora” da rotina dela e do que faz sentido pra ela fazer nesse momento. Observe bem as refeições que ela tem registrado no app e faça os ajustes baseado no que ela está fazendo, de passo em passo, propondo mudanças gradativas dentro do que ela consegue fazer! Tenho pacientes assim e o recurso das fotos é muito bom! Eu, por exemplo, tive uma paciente que no lanche da tarde eu queria por que queria que ela comesse iogurte com fruta. Quando fizemos o registro de fotos (ela não estava perdendo peso) eu observei que no lanche da tarde ela só comia fruta em uma porção grande. Então o que eu fiz foi manter as frutas e reduzir o tamanho da porção. Expliquei pra ela e deu tudo certo! Então, veja, fazer ajustes dentro do que ela faz pode fazer mais sentido pra ela! Veja se te ajudei de alguma forma! 😉

1 Respostas
Marcos Vizú respondeu há 4 meses

Oii Zig! Acredito que se sua paciente não tem comido o proposto no plano alimentar é porque provavelmente ela não está pronta para essas mudanças. Talvez tenha ficado um pouco “fora” da rotina dela e do que faz sentido pra ela fazer nesse momento. Observe bem as refeições que ela tem registrado no app e faça os ajustes baseado no que ela está fazendo, de passo em passo, propondo mudanças gradativas dentro do que ela consegue fazer! Tenho pacientes assim e o recurso das fotos é muito bom! Eu, por exemplo, tive uma paciente que no lanche da tarde eu queria por que queria que ela comesse iogurte com fruta. Quando fizemos o registro de fotos (ela não estava perdendo peso) eu observei que no lanche da tarde ela só comia fruta em uma porção grande. Então o que eu fiz foi manter as frutas e reduzir o tamanho da porção. Expliquei pra ela e deu tudo certo! Então, veja, fazer ajustes dentro do que ela faz pode fazer mais sentido pra ela! Veja se te ajudei de alguma forma! 😉