Casos Clínicos de NutriçãoPeso estacionado
Giulliedja Gomes Costa perguntou há 7 meses

Paciente (F)estava com obesidade grau I e conseguiu perder 5 kg em 30 dias baixando o IMC para sobrepeso fazendo restrição calórica 300kcal e moderadamente low carb. Porém nesse segundo mês de atendimento estacionou no peso atual. Preciso dizer que ela melhorou 90% sua alimentação , está consumindo mais fibras e começou a se exercitar mas dorme 5 horas por dia porque trabalha cuidando de idoso. Acham q eu poderia mudar de estratégia ? Pensei em partir para jejum intermitente. Agradecida!!

 

Carla Cunha respondeu há 7 meses

Eu faria mais uma restrição encima da dieta atual. Mantendo hiperprotéica. Associa algum fito para ajudar. Morosil / Cactin / ID Alg

Thais de Oliveira Cardoso respondeu há 7 meses

Olá Giulliedja , tudo bem?
Então JI é legal, mas para essa estratégia valer a pena seria legal ver se a sua paciente está apta, caso ao contrário pode acontecer de atrapalhar seu plano. Quantos anos sua paciente tem? E seria uma boa ideia como a Carla citou de usar algum fito e também mudar o estímulo do corpo , trocar ou acrescentar mais um exercícios.

Thais de Oliveira Cardoso respondeu há 7 meses

Olá Giulliedja , tudo bem?
Então JI é legal, mas para essa estratégia valer a pena seria legal ver se a sua paciente está apta, caso ao contrário pode acontecer de atrapalhar seu plano. Quantos anos sua paciente tem? E seria uma boa ideia como a Carla citou de usar algum fito e também mudar o estímulo do corpo , trocar ou acrescentar mais um exercícios.

Cristina Aparecida Silva respondeu há 7 meses

Bom dia Giullieja, analisa as quantidade de calorias e tenta reduzir mais um pouco, acrescenta exercícios físico pra ela, a musculação ajuda bastante, e acrescenta fitoterápicos também. Dependendo da idade seria legal você colocar algum suplemento pra ela (o). Por exemplo: ômega, colágeno. Sono é fundamental para a perda de peso.

Juliana Fandiño Peres respondeu há 4 meses

Não sou a favor de dietas muito restritivas como por ex. o JI, por mais que o paciente precise perder peso por conta da sua saúde. Até pq vc mencionou que agora ela está com uma alimentação melhor, dormindo bem, consumindo mais fibras. Não vale a pena, pode causar um estresse desnecessário.
Mas, pra ter chego nessa situação não foi em pouco tempo, então explique a ela que o processo de emagrecimento saudável como reeducação alimentar demanda paciência, pois é lento mas consistente.
Se não tiver nenhum problema, insira fontes termogênicas e bata na tecla da atv. física (não necessariamente a musculação, mas uma caminhada, trocar elevador por escadas, ir até o trabalho andando, essas coisas)

Daniele Bione Soriano de Souza respondeu há 4 meses

Tem que ver quanto de calorias você ofertou à paciente, no primeiro momento. Se foi consumo baixo de calorias, pode ser que ela entrou na 3 fase do emagrecimento, o chamado platô. Aí tem que fazer a modulação : aumenta as kcal para isocalórica, depois reduz, e assim por diante. Pode verificar exames T3 e T4. Se estiverem baixos pode apresentar sinais que está na 3 fase. Perda de libido, recuperação muscular ruim, após exercício. Não precisa restringir tanto carboidrato não. Se ela consumia antes mais de 40% do VET de cho, vai diminuido aos poucos até chegar em 40%. Dependendo nem precisaria baixar mais para menos de 40%. E melhorar o sono dela. Se você baixar mais cho vai ser mais estressante pra ela.