Casos Clínicos de NutriçãoCompulsão alimentar
Alice Lacerda Vieira perguntou há 1 mês

Paciente em sobrepeso
É muito organizada, programa sua refeições todos os finais de semana…
Já usou victoza, com o objetivo de emagrecer, endocrino passou.
Não possui condição nenhuma alterada de saúde.
Apesar de seguir o planejamento durante o dia, a noite sempre pede comida… Mesmo eu tendo subestimado as calorias, não conseguimos resultados a longo prazo.
Já tentei adequar alimentos que ela goste, calculei tudo o que ela pediu, para evitar que acontecesse esses escapes no período da noite. 
Faz crossfit de 5 a 6x na semana… Faz terapia e trata essa questão com a psicóloga também.
Já tentei conversar com ela, para procurar outro profissional, a gente começa até a se culpar ne rsrs.. mas ela não quis
Na ultima consulta fiz uma dinâmica de fazer ela anotar frases sobre comer consciente em post it, e colar na cozinha e na mesa do serviço.
Venho como um pedido de socorro, de ideias para ajudá-la. Obrigada!

Isis Bonfitto Gonçalves respondeu há 1 mês

Eu tenho muitas pacientes com esse perfil. A nutrição comportamental tem muitas ferramentas para ajudar a diminuirem esses episódios de compulsão. O que eu te sugiro é buscar conhecer a estratégia do Comer Intuitivo.

6 Respostas
Ana Corrêa Ruiz respondeu há 1 mês

Oi Alice, eu recomendo o livro programa DBT para comer emocional e compulsivo da Debra L.Safer, Sarah Adler e Philip C. Masson. É um livro com várias atividades para o paciente fazer, é legal recomendar para ela ler e ir fazendo ou escolher algumas para fazer em consultório. O perído da noite tem sido o momento mais difícil com os meus pacientes também, pois voltam cansados do trabalho/estudo e acabam descontando na comida. Deixar algo pré-pronto também costuma auxiliar nesses momentos e criar uma rotina para quando chegar em casa. Exemplo:
1. Tomar banho
2. Colocar uma roupa confortável
3. Arrumar a mesa
4. Esquentar a comida que estava separada na geladeira
5. colocar uma música calma
5. Comer (longe de telas)
6. Ler algumas páginas de um livro
7. Deitar 
Espero ter ajudado!
3.

Julia respondeu há 1 mês

Oi, Alice! As sugestões que a Ana propôs são bem interessantes. Tenho alguns pacientes que compartilham este mesmo perfil. O que eu costumo sugerir é exatamente isso, para que tenham uma rotina ao chegar em casa, ou então algum “hobby” e atividade agendada neste horário de maior dificuldade. Assim é possível transferir a ansiedade/vontade de comer para outra atividade.

Bruna Castanheira dos Santos respondeu há 1 mês

Oi, Aline!
Tudo bem?
O paciente recebeu o diagnóstico de compulsão alimentar? Pois se sim, a Técnicas da Terapia Cognitiva Comportamental pode te ajudar, recomendo o livro A Prática da Terapia Cognitiva-Comportamental no Transtornos Alimentares e Obesidade. 
Espero ter ajudado <3

Alice Lacerda Vieira respondeu há 1 mês

Obrigada meninas, me ajudaram muito! ♥

Alice Lacerda Vieira respondeu há 1 mês

Obrigada meninas, me ajudaram muito! ♥